Moradora de Planaltina desaparecida


storage/imagem_noticias\noticia.043639201909015d6b4ad79a694.jpeg

A família de Letícia Sousa Curado Melo, 26 anos, pede ajuda para chegar até o paradeiro da funcionária terceirizada do Ministério da Educação (MEC). Ela saiu de casa, no bairro Arapoangas, em Planaltina, por volta das 7h desta sexta-feira (23/8) para pegar um ônibus para o serviço, na Esplanada dos Ministérios. 

Segundo o marido da jovem, o educador Kaio Fonseca Curado de Melo, 25, a advogada pediu dinheiro para pegar o coletivo do trabalho de manhã cedo. "Ela estava correndo, porque já estava atrasada para entrar no trabalho. Ela pegou dinheiro e saiu, dizendo que ia pegar a lotação", conta. "Como ela tinha um almoço marcado com a mãe às 12h30 e não apareceu, minha sogra foi até o ministério. Ao conversar com o supervisor dela, descobriu que a Letícia não tinha aparecido. Estamos desesperados", acrescenta. 

Os familiares começaram uma busca por Letícia, mas ela não recebeu nenhuma das mensagens no WhatsApp e o aparelho celular não chama. No início da noite desta sexta-feira (23), Kaio foi até a 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), onde registrou o desaparecimento da companheira. 

Ao sair de casa, Letícia usava saia longa jeans e uma blusa amarela, calçava tênis e estava com o cabelo solto. Ela levava uma bolsa marrom, estilo mochila. Quem tiver qualquer informação pode ligar nos celulares: 991-401-237, 992-287-795 ou 991-639-922. Denúncias anônimas também podem ser feitas para a Polícia Civil pelo 197. 


Galeria de Imagens:



Fonte: Tarcísio Pádua | Data: 01-09-2019 | Hora: 10:33:41
Atualizado: 03-09-2019 | Hora:10:33:41



Comentários: ( 0 )


Assíne a Newsletter

preencha os campos necessários e fique por dentro de tudo que acontece no aliastpadua.com.br