SOSRIBEIÃo - memórias (27/01/2011)


MEMÓRIA DA 2ª REUNIÃO DO MOVIMENTO SOS RIBEIRÃO

DATA: 27/01/2011 – das 20h30 às 23h: LOCAL – QD. 03 CONJUNTO C CASA 56.

PAUTA: - AJUSTES E DEFINIÇÃO  DO ABAIXO ASSINADO SOS RIBEIRÃO;  PLANO DE AÇÃO;

Lema: O ribeirão Sobradinho ainda pulsa, vamos salvá-lo?.

 A reunião iniciou-se com a análise das sugestões ali apresentadas para a conclusão do cabeçalho do abaixo assinado. Feita as considerações, o grupo definiu e concordou com o modelo apresentado que ficou na forma abaixo: 

ABAIXO-ASSINADO 

MOVIMENTO SOS RIBEIRÃO SOBRADINHO, EM DEFESA DE SUA REVITALIZAÇÃO, CONSERVAÇÃO E PROTEÇÃO 

O Ribeirão Sobradinho drena toda a área urbana da região de Sobradinho, Sobradinho II e a área de expansão urbana de 120 condomínios irregulares localizados nessa região. Esse ribeirão vem sofrendo muito nas últimas décadas, devido a desmatamentos, queimadas, lixo, agrotóxicos entre outros impactos ambientais. 

O Art. 225 da Constituição Federal estabelece que: “Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, cabendo ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e de preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.

Neste sentido, visando cumprir este preceito constitucional, a legislação ambiental Federal e Distrital em vigor, bem como, o fortalecimento dos valores da ética, solidariedade, justiça ambiental e o desenvolvimento sustentável. Os cidadãos abaixo-assinados, brasileiros, residentes e domiciliados na região de Sobradinho, DF solicitam o empenho  dos órgãos públicos Distritais e Federais como: a Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Agricultura, Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), Companhia de Saneamento Ambiental do DF (CAESB), Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do DF (ADASA), Ministério Público, Administração Regional, Gerência Regional de Ensino, Ministério de Meio Ambiente (MMA), Ministério da Educação e Cultura (MEC), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), dentre outros, para fazer, em parceria com a sociedade civil organizada e a comunidade, a revitalização do Ribeirão Sobradinho de acordo com os procedimentos necessários para tal.  

Para tanto, ficou entendido ainda, que cada participante fará a reprodução do abaixo assinado, ficando responsável pela divulgação e coleta das assinaturas.

No segundo momento da reunião, foram pontuadas demandas da reunião do dia 13/01, para ações mais efetivas na revitalização do Ribeirão Sobradinho, onde alguns participantes fizeram diversos comentários conforme abaixo:

 - Apoio de entidades governamentais: Raimundo informou que vem fazendo contatos com Administração Regional, Regional de Ensino, MP; 

- Plano de ação: houve diversas sugestões, que vão desde visitas às escolas, com a organização de eventos quando o movimento emplacar. Haverá necessidade de levantamento, talvez uma pesquisa de campo, identificando os problemas do Ribeirão Sobradinho em toda sua extensão. Segundo o Edinei, “todo o trabalho a ser desenvolvido pelos participantes deve ser institucionalizado”.

- Ocupar espaço na comunidade – o grupo entende que uma vez iniciada a coleta de assinaturas o grupo pode desenvolver trabalhos em parcerias com outras organizações existentes na comunidade;

- Identidade do grupo – os participantes entendem que, após a coleta das assinaturas conjuntas com um Plano de Ação exitoso, com certeza haverá a consolidação de uma entidade, que poderá ser com o restabelecimento da AMA Sobradinho e a posterior criação de uma OSCIP/ONG local.  

- Construção da Memória Histórica da cidade: o grupo entende que é possível fazer levantamento com moradores pioneiros no intuito de obter informações dos costumes, ou alguma foto da época em que o Ribeirão não era impactado.

- Nomes para o movimento: o grupo entende que o movimento em defesa de ações revitalizadoras do ribeirão sobradinho não pode ficar somente no nível de campanhas mais agressivas e chamativas com o objetivo de alcançar os resultados esperados. Desenvolver uma logomarca com SOS RIBEIRÃO.

- Ações para as próximas semanas:

- Buscar apoio das igrejas;

- Montar grade de divulgação: banner, cartilha, folder, fotos, faixas, imagens. Institucionalizar as informações, afinar o discurso;

- Verificar se o projeto do Raad tem estudos de impacto ambiental;

- Contatar: Regional de Ensino e Administrações Regionais.

- Iniciar a coleta de assinaturas e avaliar com 30 dias.  

 O encerramento se deu por volta das 23 horas, momento em que a anfitriã, agradeceu a todos por mais uma produtiva e valiosa contribuição.

Para a próxima reunião, a ser oportunamente comunicada, ficou de se analisar:

- conferir e distribuir os abaixo- assinados entre os participantes;

-  fechar questão em torno do prazo para início e coleta das assinaturas;

- organizar a forma de coleta além dos locais já definidos pelos participantes na reunião anterior (Marco sugeriu a instalação de uma tenda em frente ao Parque dos Jequitibás).

- Convidar artistas da cidade e de autoridades para dar mais consistência à campanha;

Participantes:

Magnólia,                      

Tarcísio Pádua

Raimundo Silva

Raimundo Barbosa

Xavier

Kid

Edinei

Marco Antônio

Antonio Santana


Galeria de Imagens:



Fonte: Prof. Raimundo | Data: 06-09-2020 | Hora: 17:11:12
Atualizado: 06-09-2020 | Hora:17:11:12



Comentários: ( 0 )


Assíne a Newsletter

preencha os campos necessários e fique por dentro de tudo que acontece no aliastpadua.com.br